Flip movimenta a cidade de Paraty com programações até este domingo

A 17ª Festa Literária Internacional de Paraty (Flip) começou nesta quarta-feira, 10,  e vai até o próximo domingo, 14. Entre as instituições que participam da feira este ano está o Museu da Língua Portuguesa, que foi atingido por um incêndio e passa por reconstrução. Em Paraty, o museu promoverá o primeiro ‘Flip Slam’, ou batalha de poesia falada, com convidados de seis países (Cabo Verde, Portugal, Brasil, Inglaterra, Estados Unidos e Espanha).

 O ‘Flip Slam’ acontecerá no dia 12 de julho. Com curadoria de Roberta Estrela D’Alva, uma das pioneiras do movimento slam no Brasil, a batalha de poesia internacional será realizada no Auditório da Praça.

Já o slam da Língua Portuguesa reunirá artistas nacionais na Casa da Cultura de Paraty, com microfone aberto ao público. A apresentação é de Emerson Alcalde, do Slam da Guilhermina, de São Paulo. O Museu da Língua Portuguesa também apresenta uma mesa literária, no dia 11, com o escritor e músico angolano Kalaf Epalanga e com o rapper e romancista Gaël Faye, natural do Burundi e criado na França.

Literatura e música

Na exposição interativa “A Energia da Língua Portuguesa”, na Praça Aberta, os visitantes conhecerão expressões típicas do idioma português e peculiaridades da língua nos países onde ela é falada. O público poderá participar ainda de gincanas, entre outras atrações.

Museu do Ipiranga

O Salão Nobre da Casa de Cultura de Paraty vai abrigar uma exposição com imagens históricas que mostram o início da construção do Museu Ipiranga, em 1885, e a modificação do espaço urbano ao redor do prédio ao longo dos séculos. No local, acontece no dia 12, às 10h30, a mesa literária “D. Pedro I – O Coração do Rei”, com a historiadora e jornalista Iza Salles e a historiadora e museóloga Vera Tostes.

No sábado (13), às 10h30, o Salão Nobre sediará debate sobre a história da construção do Museu do Ipiranga e as intervenções que serão feitas para sua recuperação, a partir de setembro deste ano. Na mesa, a diretora do Museu, Solange Ferraz de Lima, e Pablo Hereñú, arquiteto responsável pelo projeto de restauração do edifício monumento.

Música e poesia luso-brasileira

O palco instalado em frente à exposição “A Energia da Língua Portuguesa” receberá a cantora e compositora Adriana Calcanhotto no dia 11, às 22h30. No dia 12, será a vez do artista português Dino d’Santiago, vencedor este ano do Play – Prêmios da Música Portuguesa, nas categorias Melhor Artista Solo, Melhor Álbum (Mundo Nôbu) e Prêmio da Crítica. A apresentação está programada para começar às 23h50 e terá participação do músico angolano Kalaf Epalanga.

No sábado (13), às 14h15, será a vez de o rapper Vinicius Terra. Professor de português e literatura, o artista é considerado pioneiro na cultura hip-hop por buscar o fortalecimento dos laços entre os países de língua portuguesa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *