Governo realizará novo estudo técnico em área de Águas Maravilhosas

Governo realizará novo estudo técnico em área de Águas Maravilhosas

Um novo estudo técnico que mapeará as condições de saúde e de segurança para as famílias que vivem em Águas Maravilhosas será realizado pelo governo, através do entendimento firmado junto à Justiça que discute desde 2011 a situação de ocupação de área considerada de risco na localidade.

A análise de ocupação do solo foi anunciada nesta quarta-feira (28) pelo prefeito Welberth Rezende, no segundo encontro com as famílias em Águas Maravilhosas, resultado das reuniões realizadas pelo governo junto a 3ª Vara Cível de Macaé e a Tutela Coletiva do Ministério Público do Estado do Rio (MP-RJ) em Macaé, partes integrantes do processo judicial iniciado há 11 anos que define medidas para desocupação de parte da área da localidade.

“Nós respeitamos a decisão judicial e reconhecemos a sensibilidade da Justiça em ouvir o que pontuamos sobre a atual situação das famílias que já possuem as suas vidas consolidadas no local. Este estudo vai definir o que poderá ser feito de forma definitiva na área e acreditamos que o resultado será positivo para todos os moradores”, afirmou o prefeito.

Welberth explicou que os estudos técnicos serão realizados pelo Instituto Estadual do Ambiente (INEA), trabalho que resultará também na definição de compensações ambientais que serão realizadas pelo governo, diante da ocupação da área.

O laudo técnico será anexado ao levantamento realizado pela Procuradoria do município, dentro da etapa final do processo judicial que segue ao longo dos últimos 11 anos.

Travessia na Linha Azul
O governo também definiu junto aos moradores as intervenções que serão realizadas no trecho da Linha Azul próximo a Águas Maravilhosas, garantindo assim maior segurança.

De acordo com o Secretário de Mobilidade Urbana, Jayme Muniz, os radares redutores de velocidade serão reativados em dois pontos da avenida, que receberá também a implantação de faixas de travessia de pedestres. A instalação de novos abrigos nos pontos de ônibus também será realizada.

A reunião com os moradores de Águas Maravilhosas também contou com a participação do Procurador Geral do município, Fabiano Paschoal, junto aos Secretários de Relações Institucionais, Tito Simões, Pesca, Jair Bittencourt, além do vereador Alan Mansur.

daniel

daniel